Noticias Sobre a DEFII

Leia as Últimas Notícias Sobre Nós

Defii recebe empresários do CENTROSOFTWARE

 Na noite do dia 1º de abril de 2015 a empresa DEFII Ateliê de Software recebeu os empresário do APL CentroSoftware, grupo de 51 empresas do setor de TI da região de Santa Maria - RS.

Na ocasião foi tratada a pauta da reunião do Grupo, realizada uma visita à sede da empresa e após um churrasco de confraternização e degustação de cervejas da Cervejaria Boca do Monte.

DEFII Participa da 9ª EXPONAVAL no Chile

Juntamente com a comitiva de empresas brasileiras a Defii participou da EXPONAVAL, feira de produtos voltados a defesa naval. O Evento é realizado de 2 em 2 anos no Chile, a 9ª EXPONAVAL foi realizada em Viña del Mar (Con Con) e teve como expositores 150 empresas  e 31 delegações de paises. A EXPONAVAL é a maior feira destinada a Marinha realizada na América do Sul. O tema do evento foi “El desafío de las armadas y de la indústria marítima em eficiência energética y médio ambiente”.

A ABIMDE (Associação Brasileira das Empresas de Produtos de Defesa e Segurança) contou com 11 empresas e a DEFII era uma delas, durante o evento foi possível realizar muitos contatos comerciais e parcerias, foi muito positivo a participação em uma feira internacional do porte da EXPONAVAL.

 

 

DEFII é notícia no Site Defesa.net.br

AÇO – CBT do VBC Leopard 1A5 Br entregue ao CIBld

Por Ricardo Fan em 02 de Dezembro, 2014 – 16:00 ( Brasília )

Fonte:http://www.defesanet.com.br/leo/noticia/17614/ACO—CBT-do-VBC-Leopard-1A5-Br–entregue-ao-CIBld/

No dia 26 de novembro de 2014 a empresa Defii Ateliê de Software entregou ao Centro de Instrução de Blindados o Computer Based Training (CBT) da VBC Leopard 1A5 Br.

Um CBT é uma modalidade de software voltado ao ensino ou a capacitação, onde o aluno aprende a usar um equipamento ou a realizar algum procedimento específico.

O CBT do Leopard conta com 11 módulos que ensinam o operador desde a troca de óleo até a realização de tiro e o uso de equipamentos mais complexos do Carro de Combate.

Ao final de cada módulo, o aprendizado do aluno é verificado por meio de jogos, o que oferece um maior grau de interação do aluno com o objeto de estudo, ou seja, o Carro de Combate.

O CBT do Leopard foi adquirido pelo Exército com apoio da Fundação Trompowsky, entidade sem fins lucrativos ligada ao Ensino do Exército Brasileiro.

A empresa Defii, além de outros produtos, está trabalhando na produção de outros CBT e Serious Games para máquinas, equipamentos militares e veículos de uso civil.

Ainda este ano a Defii entregará à Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos (EASA), em Cruz Alta-RS, um aplicativo para planejamento de operaçõs táticas, o VCARTA, um “caixão de areia” tático virtual, que será uma ferramenta de apoio ao ensino no aperfeiçoamento dos sargentos do Exército Brasileiro.

“- Um caixão de areia é uma ferramenta de apoio a instrução utilizada pelo exército desde os anos 40, o diferencial deste “novo” caixão de areia é que ele é virtual e pode ser utilizado em qualquer plataforma operacional, desde o Windows, Linux, iOS, Android e em equipamentos como tablets, lousas e mesas digitais” – Erlei Melgarejo.

No caso da EASA, localizada em Cruz Alta, o aplicativo será entregue em iPads e a sua utilização poderá ser realizada em grupo, possibilitando que o instrutor corrija, juntamente com a turma, cada solução apresentada.

Nessa versão do VCARTA, o usuários pode utilizar cartas topográficas militares ou os terrenos do Google Maps. A Defii já está trabalhando em uma segunda versão que trará dentre novas funcionalidades a possibilidade de planejamento colaborativo, onde militares de armas diferentes possam trabalhar em um mesmo exercício, dentre outras inovações.

A Empresa ainda está trabalhando em mais dois produtos destinados para a defesa, um deles é um serious game voltado para blindados e outro um ambiente virtual para estudo de um equipamento que ainda não foi divilgado.

“- Temos muitos projetos na prancheta, o grande problema que enfrentamos é o fato de que não podemos simplesmente produzir um software de treinamento/ensino para as Forças Armadas e ir bater na sua porta, pois, caso não há interesse ficamos com um produto encalhado, porque na maior parte dos casos, um software para treinamento de assuntos relacionados à defesa não possuem um caráter dual, ou seja, não tem como a empresa comercializar na comunidade civil um software para ensino de armamento ou manutenção de um meio de emprego Militar.

Assim, muitos projetos interessantes e que poderiam ser um sucesso para a capacitação militar ficam em “repouso ativo”em outras palavras em stand by até que alguma demanda surja. Pois, os investimentos para produção são altos e há grandes possibilidades de se perder o investimento em pesquisa e desenvolvimento.

A Defii investiu neste ano, aproximadamente 40% em Pesquisa e Desenvolvimento de tudo o que recebeu dos projetos captados”. – Erlei Melgarejo – Diretor de Produção e Negécios da Defii Ateliê de Software.

Serious Game

Um “jogo sério” – tradução literal do inglês “serious game”, é um software ou hardware desenvolvido através dos princípios do desenho de jogo interativo, com o objetivo de transmitir um conteúdo de caráter educativo ao usuário.

O termo “sério” (serious) refere-se neste caso a produtos e situações ligadas à área da defesa, da educação, exploração científica, gestão de emergência, planejamento urbano, engenharia e política.

O conceito de utilizar jogos com propósitos educativos tem a sua origem ainda antes da revolução tecnológica e do uso comum de computadores: O primeiro “serious game” foi o Army Battlezone, um projeto desenvolvido pela empresa Atari nos anos 80. Este jogo foi concebido para treinar militares em situação de batalha.

Ao longo dos anos, e à medida que os computadores foram desenvolvidos, os “serious games” foram concebidos para uma cada vez maior variedade de áreas: da educação ao treino profissional. E têm como objetivo simular o mundo real diferenciando-se dos games que possuem objetivo de simular um mundo fictício.

Defii é notícia no site da ADESM (Agencia de Desenvolvimento de Santa Maria)

Empresa santa-mariense associada à ABIMDE encaminha produtos para credenciar ao setor de Defesa

Fonte: http://adesm.org.br/noticias/empresa-santa-mariense-associada-a-abimde-tem-produtos-credenciados-setor-de-defesa

By mariele On novembro 27, 2014 · Leave a Comment

Uma semana após a conclusão do I Seminário Internacional de Defesa, as novidades começam a surgir para as empresas de Santa Maria e região. Nesta terça-feira, 25, a Defii Ateliê de Software, realizou a entrega do CBT (Computer Based Training) ao Centro de Instrução de Blindados de Santa Maria.

A empresa, que oferece produtos voltados ao treinamento e à educação de forma inovadora através de softwares e simuladores e integra a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança – ABIMDE, comemora o fornecimento de dois produtos genuinamente santa-marienses para o Exército Brasileiro.

Segundo Erlei Melgarejo, proprietário da Defii, além do software entregue ao CIBld, um Caixão de Areia Tático Virtual também passará a funcionar na Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos de Cruz Alta:

- Esses são os dois primeiros produtos de defesa gerados integralmente em Santa Maria, com capital 100% nacional e que estão em processo de catalogação como Produtos de Defesa pelo Ministério de Defesa. É um marco para nosso Polo de Defesa, bem como para o fortalecimento da vocação empreendedora e militar de Santa Maria.

Para o Diretor Presidente da Agência de Desenvolvimento de Santa Maria, Vilson Serro, estes são reflexos do fortalecimento da indústria de defesa que marca o início de um novo caminho rumo ao desenvolvimento de Santa Maria e região:

- O trabalho articulado entre instituições de ensino, empresários e poder público ganhou um reforço estratégico ao contar com o apoio das forças armadas no suporte da tríplice hélice – finalizou.

Os softwares para defesa

O CBT (Computer Based Training), entregue ao CIBld, é uma categoria de software destinado ao treinamento ou capacitação, geralmente de um equipamento ou algum procedimento ou rotina específica. No caso do CBT do Leopard 1A5 Br é um software de treinamento direcionado  ao operador do carro de combate. Nele o militar vai aprender desde as características básicas do carro e avança em complexibilidade pelos principais sistemas do blindado.

Segundo Melgarejo, o CBT do Leopard possui onze módulos que abrangem desde a condução do carro – o que os militares chamam de Conduta Auto – até o sistema de armas, passando pelo sistema elétrico, anti-incêndio, controles do motorista, sistema de lagartas e suspensão, entre outras funções:

- O Exército já usou alguns CBT de armamentos há alguns anos. O diferencial, ou o caráter inovador deste é a abordagem bem mais imersiva e dinâmica, onde são apresentadas interações que o aluno pode manter com a ferramenta durante o estudo e também games para avaliar o nível de aprendizado e retenção do conteúdo pelo aluno – explica o proprietário da empresa.

O empresário diz ainda que o Computer Based Training teve que observar a terminologia e metodologia de ensino utilizada pelo Exército Brasileiro:

- Esse foi um trabalho que demandou bastante atenção para que os objetivos a serem atingidos fossem contemplados pela ferramenta de ensino. O CBT pode ser utilizado em várias plataformas, como Windows, Linux, dispositivos móveis e na própria web.

Em dezembro, a empresa também irá entregar o V-CARTA (Caixão de Areia Tático Virtual) à Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos de Cruz Alta. Este é um produto destinado ao planejamento de operações militares, similar ao antigo caixão de areia, utilizado desde a década de 40 até hoje, para o planejamento de operações nas Forças Armadas.

O Diferencial é que este “novo” caixão de areia é virtual e pode ser utilizado em qualquer plataforma operacional, desde o Windows, Linux, iOS, Android e em equipamentos como tablets, lousas e mesas digitais. No caso da EASA, localizada em Cruz Alta, o aplicativo será entregue em iPads e a sua utilização poderá ser realizada em grupo, possibilitando que o instrutor corrija, juntamente com a turma, cada solução apresentada:

- Esses são alguns dos muitos recursos da ferramenta que pode utilizar tanto as cartas topográficas do Exército como imagens do Google Maps – comenta Melgarejo.

Até o final do ano a Defii deverá lançar mais dois produtos ligados à defesa: um deles é um Serious Game ligado ao tema de Blindados e o outro vinculado a um ambiente virtual para aprendizado com tem ainda sob sigilo:

- Estamos investindo muito em pesquisa e criação de novos produtos, porém a colocação dessas ferramentas no mercado depende de muitas variáveis, já que alguns produtos de software não se aplicam à dualidade, que possam ser utilizado também pela comunidade civil – completa o empresário.

Texto: Marielle Flôres (Jornalista MTb 13.943 – Assessora de Comunicação/ADESM)

Fonte: www.adesm.org.br

Defii participa do Seminário Sobre Proteção em Grandes Eventos

No mês de outubro de 2014 (29 e 30) a Defii participou do I Seminário sobre Proteção em Grandes Eventos no Quartel General do Exército em Brasilia.

O Evento houve exposição de materiais e equipamentos, além das empresas nacionais ligadas ao setor de defesa e segurança, contou com a participação de empresas francesas.

Durante o Seminário foram ministradas palestras por autoridades militares brasileiras e britânicas que compartilharam suas experiências adquiridas nos recentes Grandes Eventos ocorridos no Brasil, em especial, a Copa do Mundo 2014 e os Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Receba Conteúdo Exclusivo da DEFII

Se você deseja saber mais sobre Treinamento Empresarial, Simulação, Gamificação e tendencias em Treinamento e Educação inscreva-se abaixo e receba conteúdo exclusivo para assinantes. Ao Cadastrar-se Você Receberá um E-Book sobre as principais tendências para o Treinamento Empresarial.